Glaucoma


Glaucoma é uma doença que afeta o nervo ótico e leva à perda progressiva e irreversível da visão. Na maioria dos casos, desenvolve-se de forma lenta e é causado, principalmente, pelo aumento da pressão dentro do olho (chamada de pressão intraocular). A pressão intraocular se eleva devido à obstrução parcial ou total do canal ocular, que perde sua capacidade de drenar um líquido que existe dentro do olho, chamado de humor aquoso.

A predisposição genética é a principal causa do Glaucoma (conhecido como primário), ou seja, se alguém na sua família possui a doença, por exemplo, você tem mais chances de desenvolver Glaucoma com o passar dos anos. 

Fatores externos como traumas oculares, uso excessivo de medicamentos com corticoides, idade avançada, diabetes e grau elevado de miopia também podem contribuir para o surgimento da doença. Nesse caso, o Glaucoma é chamado de secundário.

O Glaucoma é uma doença assintomática no início. Em fases mais avançadas, atinge primeiro a visão periférica da pessoa e depois o campo visual começa a estreitar progressivamente até se transformar em visão tubular. Por isso, é importante manter acompanhamento periódico com um oftalmologista para exames de rotina.




PRINCIPAIS TIPOS DE GLAUCOMA

É o tipo mais comum, registrado em torno de 90% dos casos. Ocorre quando a drenagem do humor aquoso ocorre de forma muito lenta. Dessa forma, o líquido é produzido mais rápido do que ele pode ser escoado, provocando o acúmulo e, consequentemente, o aumento da pressão ocular;

nesse caso, o olho não consegue drenar o humor aquoso, provocando acúmulo excessivo. Nesse tipo de Glaucoma podem ocorrer alguns sintomas súbitos, como forte dor no olho, náuseas e olhos vermelhos. Se a pressão ocular não for reduzida em poucas horas, podem ocorrer danos permanentes na visão.

esse tipo de Glaucoma atinge bebês quando há o desenvolvimento incorreto ou incompleto dos canais de drenagem dos olhos. Os casos são raros, mas podem ser revertidos com medicamentos ou microcirurgias para corrigir os problemas estruturais dos olhos.


TRATAMENTOS PARA O GLAUCOMA

Existem três tipos de tratamento para Glaucoma, que visam estabilizar a pressão intraocular:

• Colírios
• Laser
Cirurgia

Conversando com o paciente, fazendo exames detalhados e, conhecendo o histórico familiar, podemos indicar o tratamento adequado para controlar a doença. Mesmo sem ter cura, é possível tratar o Glaucoma e conseguir ótimos resultados que proporcionam uma boa visão para curtir a vida com muita qualidade.

 

Informações

Para ter mais informações sobre o Glaucoma, acesse o portal da Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG).

Lembre-se: Essas informações visam esclarecer o público e não substitui a avaliação de um médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar um diagnóstico preciso e indicar o tratamento adequado para cada caso. Portanto, não pratique a automedicação e procure sempre o seu médico.

 


Banner Especialidades 2


O QUE DIZEM
DEPOIMENTOS


A equipe do Horp me acolheu de forma espetacular. Eu usava óculos desde os 4 anos de idade, pois tinha 8 graus de miopia. Após uma cirurgia para colocar lentes refrativas, deixei de usar óculos. É uma cirurgia tranquila, assim como o pós-cirúrgico. Basta apenas tomar muito cuidado e fazer o que os médicos aconselham que dará tudo certinho! Muito obrigada a toda a equipe por me acolherem tão bem, serei eternamente grata por terem me ajudado a voltar a enxergar normalmente!

Juliana Adolfo Alaminos

Tenho maior carinho e admiração pelos médicos. Quando levo minha filha para uma consulta, fico observando a dedicação e o zelo apresentado pelo paciente. Minha filha, que mora em São Paulo, faz questão de ser consultada no Horp.

Milca Barbosa

O Horp é simplesmente maravilhoso. Os médicos sempre se mostram dedicados e amigos, além de apresentar muito conhecimento e investir em aparelhos tecnológicos. Parabéns, Horp, pelo seu comprometimento com as pessoas. Sou paciente desde meus 8 anos de idade e sempre fui muito bem atendida.

Janaína Morelli

Todos os médicos que já me atenderam foram maravilhosos. O primeiro médico que me consultei, percebeu minhas necessidades e me direcionou ao especialista certo, que teve paciência e muita atenção comigo. Recentemente, fui atendida por um médico na emergência, que se mostrou extremamente atencioso, gentil e dedicado. O Horp é 10! Agradeço muitíssimo essa equipe!

Messênia Cristina Munhato

Eu e toda minha família cuidamos dos nossos olhos no Horp há muitos anos. Sentimos muita empatia por todo corpo clínico, secretárias e demais funcionários. Na nossa opinião, o Horp merece todas as estrelas do céu porque sem seus médicos, nós não estaríamos enxergando-as tão reluzentes.

Ângela Perozim

Nunca tinha desenhado nada na minha vida, mas, pelo meu filho, faço tudo e mais um pouco. Então, criei um desenho para cada dia, incentivando meu pequeno a usar os protetores oculares. O tratamento de ambliopia vai acabar logo e, durante todos esses dias, vou desenhar cada tampão com muito carinho. Obrigada, equipe Horp, por todo a dedicação no tratamento do meu filho.

Tamiris Alves