Plástica Ocular


Plástica Ocular é a especialidade da oftalmologia responsável pelo cuidado com o terço superior da face, no qual estão glândulas, músculos, tecido adiposo (bolsas de gordura), pálpebras, sobrancelhas e vias lacrimais. Essa especialidade está subdividida em duas modalidades: Restauradora e Estética.

A Plástica Ocular Restauradora trata de problemas que podem causar complicações na saúde ocular do paciente. Essa modalidade engloba a correção do mal posicionamento das pálpebras, reconstituição cirúrgica de áreas traumatizadas, desobstrução de vias lacrimais e remoção de tumores benignos e malignos no terço superior da face.

Já a Plástica Ocular Estética, se dedica ao rejuvenescimento e a harmonização facial através da melhora na aparência por meio de microcirurgias para retirada do excesso de pele, e bolsas de gordura em volta dos olhos, reposicionamento das sobrancelhas, aplicação de toxina botulínica – BOTOX ®, preenchimento de rugas com Ácido Hialurônico, e adaptação de próteses oculares.

Ações cirúrgicas nessa região do rosto são da responsabilidade do médico oftalmologista especializado em Plástica Ocular. Isso porque esse profissional estuda as alterações que podem acontecer dentro e fora dos olhos de uma maneira completa e específica. 




Patologias que a Plástica Ocular trata

excesso de pele nas pálpebras superiores e inferiores. A doença é associada às bolsas de gorduras palpebrais, que dão aspecto de cansaço. A cirurgia corretiva é denominada blefaroplastia superior e inferior.

contrações palpebrais esporádicas ou constantes (o olho fica piscando de forma descontrolada). Essa patologia é causada, principalmente, por quadros de ansiedade, acarretando uma impossibilidade de manter o olho aberto e dificuldade visual. O tratamento é a aplicação de toxina botulínica.

mal posicionamento da pálpebra e dos cílios que se encontram invertidos tocando o globo ocular. Isso acarreta irritação constante e provoca vermelhidão no olho. Nos casos mais graves, há úlceras corneanas e perfuração ocular.

alteração anatômica da pálpebra, quando ela fica dobrada para fora, causando irritação e exposição ocular. Associa-se com desconforto ocular constante, lacrimejamento, olho vermelho crônico e cicatrizes na superfície do olho.

pálpebra superior caída sobre o eixo visual, o que atrapalha a visão. A cirurgia corretiva é denominada correção de Ptose Palpebral.

patologias benignas ou malignas que acarretam deformidades palpebrais e orbitárias e podem prejudicar a visão ou, até mesmo, a saúde do paciente.

utilizada na correção estética da superfície ocular em casos de retirada total ou parcial do globo ocular (evisceração ou enucleação). É considerada, atualmente, um avanço tecnológico, pois quando bem adaptada torna-se imperceptível, devolvendo, assim, autoconfiança e qualidade de vida ao paciente.

alteração secundária ao hipertireoidismo acarretando protusão ocular (olhos saltados para fora), o que pode comprometer a estética e prejudicar a visão e o conforto ocular.

as vias lacrimais podem ser obstruídas em qualquer momento da vida do paciente e devem ser tratadas para evitar maiores comprometimentos à saúde ocular. Os tipos mais comuns de cirurgias corretivas para as vias lacrimais são: Sondagem e Reconstrução das vias lacrimais e Dacriocistorrinostomia com sondagem das vias lacrimais.


Informações

Para ter mais informações sobre a Plástica Ocular, consulte o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular

Lembre-se: Essas informações visam esclarecer o público e não substitui a avaliação de um médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar um diagnóstico preciso e indicar o tratamento adequado para cada caso. Portanto, não pratique a automedicação e procure sempre o seu médico.


Banner Especialidades 2


O QUE DIZEM
DEPOIMENTOS


A equipe do Horp me acolheu de forma espetacular. Eu usava óculos desde os 4 anos de idade, pois tinha 8 graus de miopia. Após uma cirurgia para colocar lentes refrativas, deixei de usar óculos. É uma cirurgia tranquila, assim como o pós-cirúrgico. Basta apenas tomar muito cuidado e fazer o que os médicos aconselham que dará tudo certinho! Muito obrigada a toda a equipe por me acolherem tão bem, serei eternamente grata por terem me ajudado a voltar a enxergar normalmente!

Juliana Adolfo Alaminos

Tenho maior carinho e admiração pelos médicos. Quando levo minha filha para uma consulta, fico observando a dedicação e o zelo apresentado pelo paciente. Minha filha, que mora em São Paulo, faz questão de ser consultada no Horp.

Milca Barbosa

O Horp é simplesmente maravilhoso. Os médicos sempre se mostram dedicados e amigos, além de apresentar muito conhecimento e investir em aparelhos tecnológicos. Parabéns, Horp, pelo seu comprometimento com as pessoas. Sou paciente desde meus 8 anos de idade e sempre fui muito bem atendida.

Janaína Morelli

Todos os médicos que já me atenderam foram maravilhosos. O primeiro médico que me consultei, percebeu minhas necessidades e me direcionou ao especialista certo, que teve paciência e muita atenção comigo. Recentemente, fui atendida por um médico na emergência, que se mostrou extremamente atencioso, gentil e dedicado. O Horp é 10! Agradeço muitíssimo essa equipe!

Messênia Cristina Munhato

Eu e toda minha família cuidamos dos nossos olhos no Horp há muitos anos. Sentimos muita empatia por todo corpo clínico, secretárias e demais funcionários. Na nossa opinião, o Horp merece todas as estrelas do céu porque sem seus médicos, nós não estaríamos enxergando-as tão reluzentes.

Ângela Perozim

Nunca tinha desenhado nada na minha vida, mas, pelo meu filho, faço tudo e mais um pouco. Então, criei um desenho para cada dia, incentivando meu pequeno a usar os protetores oculares. O tratamento de ambliopia vai acabar logo e, durante todos esses dias, vou desenhar cada tampão com muito carinho. Obrigada, equipe Horp, por todo a dedicação no tratamento do meu filho.

Tamiris Alves