30/11/2016 00:00:00

Quando a dor de cabeça é problema de visão?

Apesar de usualmente benigna, a dor de cabeça pode ser devastadora ao ponto de interferir nas atividades rotineiras


Em sua maioria, a queixa que mais acomete a população, independente do sexo e da idade, é a famosa dor de cabeça. Apesar de usualmente benigna, a cefaleia pode ser devastadora ao ponto de interferir nas atividades rotineiras.

Sabendo disso, reunimos a definição das cefaleias de origem oftalmológica, divididas em duas partes. Veja abaixo quando a dor de cabeça pode ser um problema de visão:

  • Alterações orgânicas: as camadas externas (córnea e conjuntiva) são extremamente sensíveis à dor. Assim, um simples corpo estranho na córnea pode desencadear manifestações dolorosas. Nesses casos, as dores de cabeça podem variar de um ligeiro desconforto até intensidades insuportáveis.
  • Esforço visual: a típica cefaleia que pode surgir com o trabalho, tende a piorar com o passar do dia e pode melhorar apenas com o descanso. As dores de cabeça por esforço visual podem se distribuir por qualquer parte da cabeça, se concentrando, normalmente, na região frontal e superciliar.

Além disso, a hipermetropia, o astigmatismo e as anomalias de acomodação convergente (presbiopia – quando a visão é nítida somente ao aproximar o objeto dos olhos) são problemas de visão que podem provocar dores de cabeça. Nesses casos, o médico deve estudar, em primeiro lugar, se as dores têm nítida relação com o esforço visual.

Aproveite e agende uma consulta com nossos especialistas!





ULTIMAS
NOTÍCIAS